Investigação

Reportagem aponta Igreja Universal como líder de esquema de adoções ilegais

Série de reportagens de emissora de TV de Portugal aponta que a Universal liderava um esquema de adoções ilegais e mães dizem que tiveram filhos roubados

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 11/12/2017 às 14:02
Leitura:

Imagem

Uma série de reportagens produzida pela emissora portuguesa TVI promete colocar o nome da Igreja Universal do Reino de Deus, do Bispo Edir Macêdo, em um escândalo sobre adoções ilegais de crianças em âmbito internacional.

As reportagens começam a ser exibida nesta segunda-feira (11). Segundo informações dadas pela TV portuguesa, foram mais de 7 meses de investigação. A equipe de reportagem da emissora teria descoberto mães de crianças que foram roubadas e levadas de Portugal a outros países.

"Estas mães literalmente foram roubadas no que diz respeito aos seus filhos, de quem não sabiam há mais de 20 anos. Esta investigação só foi possível ser conhecida 20 anos depois. Agora, algumas pessoas saíram da Igreja, começaram a ver com distanciamento e guardaram, inclusivamente, documentação original daquela altura. É uma história muito grave. (...) Temos histórias complicadíssimas", afirmou Alexandra Borges, uma das jornalistas responsáveis pela reportagem.

Com o título de "o Segredo dos Deuses", a reportagem dá a entender que inclusive os netos de Edir Macêdo teriam sido crianças roubadas do "Lar da Universal", instituição ligada à igreja evangélica e que faz obras sociais.

Confira o vídeo produzido para as chamadas das reportagens em Portugal:

Mais Lidas