RISCO

Médicos alertam para os riscos do uso de remédios falsificados

A OMS constatou o aumento de remédios falsificados no mercado, sobretudo em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 14/12/2017 às 17:39
Leitura:

Imagem

De acordo com um relatório do Sistema Mundial de Vigilância e Monitoramento de Produtos Médicos de qualidade "subpadrão" e falsificados (GSMS), criado em 2013 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e divulgado no final de novembro apontou um crescimento no mercado de remédios falsificados e de qualidade inferior. Esse aumento acontece sobretudo em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, onde um em cada dez produtos médicos está fora dos padrões ou é falsificado.

Os especialistas da OMS atribuem o aumento da presença de produtos de qualidade inferior à exigida em parte à globalização e ao surgimento do comércio eletrônico, que "aumentaram a complexidade da rede de fornecimento de remédios, ao proporcionar vários pontos de entrada para produtos médicos fabricados de maneira imoral e ilegal".

O perigo do uso dos remédios falsificados foi discutido no Debate da Super Manhã desta quinta-feira (14), pelo neurocirurgião Paulo Brainner, o médico alergologista Airton Oliveira e o médico Edgar Pessoa de Melo.

Confira os detalhes:

Mais Lidas