NATAL

Crianças internadas no Barão de Lucena ganham visita dos Cães Doutores

O projeto Cães Doutores ajuda no tratamento das crianças por meio de um método chamado cinoterapia

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/12/2017 às 13:38
Leitura:

Imagem

A festa de Natal da enfermaria pediátrica do Hospital Barão de Lucena, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife, começou nesta terça-feira (19) com uma visita diferente. Para alegrar os pequenos que estão me tratamento na unidade, voluntários do projeto Cães Doutores e da Associação Barãozinho levaram os animais para interagir com as crianças.

Raíssa Farias, de 12 anos, está internada há uma semana com pneumonia e não esperava a visita. “Eu achei legal porque eu assim, doente, achei que não poderia receber visita de cachorro. Eu achei bem bonitinho”, contou.

Para completar a festa e não perder a tradição, as crianças também receberam presentes que foram arrecadados pelos voluntários ao longo do ano.

Cães Doutores

Os Cães Doutores ajudam na melhora dos pacientes por meio de um método chamado cinoterapia. Os cães passam por uma avaliação de temperamento por profissionais e, a partir daí, recebem o treinamento adequado para participarem do tratamento.

O cachorro atua como mediador da terapia e, durante a atividade, são realizadas brincadeiras que trabalham a coordenação motora, movimento ou concentração do paciente.

Atualmente, 15 cachorros participam do grupo. O projeto conta com voluntários adestradores, tutores de cães e profissionais de saúde.

A coordenadora do projeto Cães Doutores, Andrea Souza, destaca a importância da ação para as crianças que estão em tratamento médico. “Esse momento é muito importante porque a gente está proporcionando aqui um momento de alegria, descontração. Então a criança está tirando o foco da dor para um estímulo que é alegre e prazeroso, que traz essa sensação de bem-estar e isso acaba, consequentemente, ajudando na recuperação clínica do paciente”, comentou.

O Barão de Lucena recebe os animais desde 2012. Os cães treinados circulam pelo hospital com o auxílio de um adestrador.

Mais Lidas