Violência

Vendedores e clientes do Ceasa sentem preocupação um dia após tiroteio

Nessa quinta-feira um grupo de assaltantes fez uma investida a uma agência bancária que fica dentro do Ceasa, fazendo funcionários e clientes de reféns

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/12/2017 às 11:31
Leitura:

Imagem

Um dia depois do assalto a uma agência bancária localizada no Ceasa, bairro do Curado, Zona Oeste do Recife, o movimento de carga, descarga e vendas segue o ritmo habitual na manhã desta sexta-feira (22). Vendedores e clientes do Ceasa, no entanto, demonstraram medo e preocupação por causa do tiroteio dessa quinta-feira (21).

Ouça os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Depois de fazer reféns os funcionários da agência, os criminosos tentaram fugir. Na troca de tiros entre os bandidos, vigilantes do Ceasa e policiais militares, duas pessoas ficaram feridas.

O vigilante Gabriel Silva segue internado em estado grave no Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central da capital pernambucana. Ele levou um tiro na cabeça.

Um dos assaltantes também ficou ferido e foi levado para receber atendimento médico no HR, onde está custodiado.

Confira o vídeo:

Mais Lidas