Televisão

William Waack é demitido da TV Globo por falas racistas

William Waack foi filmado dizendo falas racistas nos bastidores do Jornal da Globo, durante a cobertura das eleições americanas em 2016

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/12/2017 às 10:24
Leitura:

Imagem

O jornalista William Waack foi demitido da TV Globo, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (22) pela própria emissora. A demissão de Waack é o último capítulo de uma história que vem se desenrolando desde que foi vazado um vídeo do jornalista fazendo comentários racistas nos bastidores do "Jornal da Globo", telejornal que era apresentado por ele.

Com a assinatura do diretor de jornalismo da Rede Globo, Ali Kamel, e do próprio William Waack, o texto traz falas do jornalista afirmando que não teve a intenção de ser preconceituoso e que "repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças".

O comunicado da Globo não diz quem ou mesmo se alguém vai assumir o lugar deixado por Willim Waack na emissora carioca.

Confira o comunicado na íntegra:

"Em relação ao vídeo que circulou na internet a partir do dia 8 de novembro de 2017, William Waack reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais. Repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças. Pede desculpas a quem se sentiu ofendido, pois todos merecem o seu respeito.

A TV GLOBO e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham. A TV GLOBO reafirma seu repúdio ao racismo em todas as suas formas e manifestações. E reitera a excelência profissional de Waack e a imensa contribuição dele ao jornalismo da TV GLOBO e ao brasileiro. E a ele agradece os anos de colaboração".

Mais Lidas