VIOLÊNCIA SEXUAL

Menina que engravidou após ser estuprada pelo pai é submetida a aborto

O pai da menina, de apenas 12 anos, está preso na penitenciária de Limoeiro; aborto da vítima foi realizado no Hospital da Mulher do Recife

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/12/2017 às 15:38
Leitura:

Imagem

A menina de 12 anos que foi estuprada pelo próprio pai, em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, está sob os cuidados mãe após realizar um aborto legal no Hospital da Mulher, no Curado, na Zona Oeste do Recife. Ela já recebeu alta da unidade hospitalar.

O trabalhador rural de 53 anos, que é acusado de abusar sexualmente das filhas, foi interrogado pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (26) e foi confirmado que o homem também abusou da filha de 21 anos. A garota também confirmou ter sido vítima do pai, que fo preso nesta segunda-feira (25) pelo estupro da filha de 12 anos.

As jovens de 22 e 21 anos são filhas da mesma mãe e a menina que chegou a engravidar do pai é fruto de um outro relacionamento do abusador.

O estupro foi denunciado pela filha de 22 anos, que também foi violentada quando criança por ele, após descobrir que a irmã de apenas 12 anos está grávida do pai. As identidades dos envolvidos não foram reveladas para preservar a menor.

Chantagem

Segundo a delegada Maria Betânia Tavares, responsável pelo caso, o homem ofereceu uma quantia de R$ 150 por mês para que a filha de 22 anos convencesse a irmã de 12 a fazer um aborto.

Confira os detalhes na reportagem de Kimberly Neri:

O autor do crime está preso na penitenciária da cidade e, ainda de acordo com a delegada, a jovem de 22 anos resolveu denunciar o pai para prevenir que as outras irmãs fossem violentadas.

Segundo a delegada, as mães das meninas de 12 e de 22 anos vão ser ouvidas para que fique esclarecido se alguma delas tinha conhecimento dos crimes praticados pelo pai de suas filhas.

Mais Lidas