Pai tentou chantagear filha vítima de estupro para esconder gravidez

Um trabalhador rural de 53 anos foi preso em Limoeiro suspeito do estupro de três filhas. Adolescente de 12 anos está grávida

VIOLÊNCIA

Rádio Jornal

Imagem

A Polícia Civil apresenta, na manhã desta terça-feira (26), os detalhes da prisão de um trabalhador rural de 53 anos que foi preso suspeito de estuprar a própria filha, uma criança de 12 anos. A adolescente está grávida. Para esconder os crimes, o homem tentou chantagear outra filha, também vítima, para convencer a menina a fazer um aborto. Saiba mais na reportagem de Clarissa Siqueira:

[uolmais_audio 16371985]

Homem de 53 anos é preso em Limoeiro suspeito de estuprar três filhas

De acordo com a Polícia, o crime teria acontecido em Cedro, na zona rural de Limoeiro, Agreste do Estado, em junho, mas só foi descoberto na semana passada, quando a irmã mais velha da vítima levou ela até a delegacia e afirmou que o pai estava estuprando a menina, assim como fez com ela e com uma outra irmã. Em depoimento, a menina confirmou os estupros e denunciou que era violentada pelo pai desde os 11 anos.

Nas investigações, as filhas do suspeito afirmam que os estupros aconteciam quando ele ficava em casa a sós com elas. Além das três vítimas, o suspeito tem uma quarta filha, hoje com seis anos. Foi temendo que essa criança também fosse estuprada pelo pai, e temendo pela vida da de 12 anos, que a filha de 22 anos resolveu procurar o Conselho Tutelar.

Chantagem

Em depoimento, a filha mais velha revelou que foi procurada pelo pai para levar a menor de 12 anos para fazer um teste de gravidez em um laboratório. Confirmada a gestação, que se aproxima de 17 semanas, ele teria oferecido uma quantia em dinheiro para a jovem convencer a irmã a fazer um aborto clandestino.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO