FURTO

Após furtar R$ 115, policial civil paga fiança de R$ 1000 e é liberado

Em depoimento, policial afirmou que tinha esquecido no carro e que voltaria para pagar. O comissário também justificou o furto pela fila superlotada

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/12/2017 às 10:20
Leitura:

Imagem

Um comissário da Polícia Civil de 53 anos, lotado na Delegacia de Ponte dos Carvalhos, no Cabo de Santo Agostinho, foi autuado em flagrante furtando mercadoria dentro de um supermercado no bairro da Torre, na Zona Norte do Recife. O policial foi visto pelas câmeras de monitoramento do estabelecimento, pegando os produtos e colocando dentro da roupa. Lincoln Régis de Oliveira foi abordado pelos seguranças da loja quando estava no estacionamento da loja, pronto para sair.

Com o policial, foram encontrados um desodorante, um vidro de perfume, sabonete líquido e um pote de manteiga. A Polícia Militar foi acionada e conduziu o servidor público para a Central de Flagrantes. Saiba mais na reportagem de Juliana Oliveira:

Fila superlotada

Em depoimento, ele disse à delegada Andréa Melo que havia esquecido a carteira no carro e que iria voltar para o caixa para efetuar o pagamento. "Ele disse que a fila estava superlotada, que ele havia esquecido a carteira no carro e que havia tomado uns medicamentos, por isso ficou nervoso", conta Andréa

Responder em liberdade

De acordo com a delegada, o valor do furto somou R$ 115. O comissário pagou fiança de R$ 1.000 e vai responder em liberdade.

Mais Lidas