MISTÉRIO

Rapto de menina: Polícia pede que população evite divulgar boatos

Uma menina foi raptada em frente a casa dela em Panelas, no Agreste; o paradeiro da menina ainda é desconhecido

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/12/2017 às 13:43
Leitura:

Imagem

A Polícia Civil continua investigando o rapto de uma menina de 3 anos, que aconteceu no último domingo (24) na cidade de Panelas, no Agreste de Pernambuco. A informação de que a menor havia sido encontrada foi desmentida e até o momento, não se sabe o paradeiro da criança.

Investigação

A delegada Polyanne Farias disse que a demora para informar a polícia sobre o sequestro da criança dificultou o trabalho. “A Polícia Civil tomou conhecimento 36 horas depois do ocorrido isso terminou prejudicando um pouco o início das investigações (...) Mas desde o início, quando tomamos conhecimento, que temos feito diligências ininterruptas”, destacou.

Segundo a delegada, a polícia não divulgou os suspeitos e nem as linhas de investigação para não atrapalhar o trabalho. Ela faz um apelo para que a população evite compartilhar informações falsas na internet. “Quem tiver informações que leve a localização desta criança ligar para o Disque Denúncia 3719.4545”, disse.

A polícia confirmou na tarde desta quarta, que o carro usado pelos suspeitos foi encontrado em Garanhuns, também no Agreste. O Grupo de Apoio Tatico Itinerante (Gati) está à frente da ocorrência e informou que o veículo estaria na localidade da Favela do Jubileu, no bairro da Massaranduba.

Entenda o caso

Segundo a polícia, dois homens teriam pedido água para a mãe da menina que estava em frente a sua residência e, enquanto a mulher foi buscar a água, os suspeitos levaram a menor. Na segunda-feira (25), um homem que seria vizinho da menina foi levado para a delegacia e a justiça decretou a prisão temporária dele.

Nesta terça-feira (26), o pai da criança esteve em Caruaru para ajudar a polícia a confeccionar o retrato falado de um dos suspeitos de levar a garota. A Polícia Civil ainda não divulgou o material. Também nesta terça, a polícia localizou em Garanhuns o dono do veículo que foi utilizado no sequestro desta criança.

O delegado João Lins disse que o homem foi encaminhado pelo BEP para a Delegacia Regional, onde informou em depoimento que teria vendido o carro para uma pessoa desconhecida há cerca de uma semana. Ele foi liberado após prestar os esclarecimentos.

Mais Lidas