Televisão

Solange Couto e Guilherme Arantes debatem paixão por novelas


Em programa especial, “Frequência 2.0” debate a força das novelas no Brasil e relembra sucessos que marcaram época

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/01/2018 às 10:40
Leitura:

Imagem

Qual a paixão nacional dos brasileiros? Futebol e samba podem até ser apontados como símbolos do país, mas são as novelas que mais influenciam no comportamento e na pauta da sociedade. E foi essa paixão o presente de fim de ano do programa “Frequência 2.0”, transmitido na Rádio Jornal na última sexta-feira de 2017 (29/12). Os apresentadores Rafael Souza e Ravi Soares receberam a atriz Solange Couto, estrela de novelas marcantes, como “O Clone”, além do cantor e compositor Guilherme Arantes, autor de hits históricos das trilhas sonoras das novelas. Escute o programa completo abaixo:

Dona Jura? Solange Couto revela qual seu personagem favorito

Imagem

A atriz carioca Solange Couto, que atualmente mora em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, foi a convidada especial do programa e falou tudo sobre a rotina de produção de novelas no país.

Para ela, o Brasil deve sempre se orgulhar da produção audiovisual que constrói através das telenovelas. Solange detalha a rotina de gravações, a grandiosidade dos folhetins e estúdios: “Tem dias de você gravar até 50 cenas de capítulos diferentes. Algumas pessoas acham que gravamos cena por cena, na sequência que vão ao ar, e não é assim”, conta.

Famosa pela personagem Dona Jura, do bordão “Não é brinquedo não” de “O Clone” (2001-2002), Solange Couto destacou grande momentos na televisão, em mais de 25 anos de carreira e destacou como personagem que mais amou fazer a Cuca do “Sítio do Picapau Amarelo” (2005).

Músicas que embalam novelas e grandes histórias de amor

Cantor e compositor famoso no país inteiro, Guilherme Arantes também participou do programa especial. Ele foi entrevistado do quadro “Mistura Massa”. Autor de sucessos como “Meu mundo e nada mais”, da trilha da novela “Anjo Mau” (1997), Arantes disse que não existe fórmula pronta para o sucesso de uma música de novela: “Não é uma coisa automática, que entrou na novela estourou. Depende de outros fatores”, confessou.

Debate, Sexo e Astrologia

Para completar o especial, os jornalistas Robson Gomes, do Jornal do Commercio, e Henrique Santos, que já passou pela Rádio Jornal, relembraram grandes clássicos em um debate especial. Entre as novelas, “Irmãos Coragem” (1970), “Roque Santeiro” (1985), “Avenida Brasil” (2012) e o mais recente sucesso, “A Força do Querer” (2017).

Na coluna “Astros e Estrelas”, o astrólogo Bruno Albuquerque falou do céu em 2018 e que acredita que será um ano para abalar as estruturas. Já no quadro “Sexo e relacionamento”, a sexóloga Silvana Melo deu dicas para quem quer melhorar a vida afetiva – e sexual – no novo ano. O “Frequência 2.0” é transmitido todas as sextas, às 23h, com reprise nos domingos, às 21h. Dúvidas e sugestões podem ser enviadas para o e-mail frequência@radiojornal.com.br.


Mais Lidas