CRIME

Policia afirma que após matar e estuprar enteada, padrasto tirou fotos da vítima sem roupa


A imagens da adolescente foram encontradas pela polícia no celular do padrasto nesta sexta-feira (16)

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/02/2018 às 21:01
Leitura:

Imagem

O padrasto suspeito de matar e ocultar o corpo da adolescente Maína Marcolino, de 13 anos, foi linchado pela população em Igarassu. Isaías Bezerra da Silva, 34, foi espancado na saída do Sítio dos Marcos e chegou a ser levado para uma unidade de saúde, mas não resistiu. A nossa reportagem conversou com o delegado David Medeiros, responsável pela delegacia de Igarassu que trouxe os detalhes sobre o caso. Segundo ele, a polícia conseguiu conter a população, mas o homem já estava bastante machucado. “Socorremos para o hospital local, mas quando ele foi ter os primeiros atendimentos chegou a óbito”, comentou.

Imagem

Fotos encontradas no celular

O delegado afirmou que a polícia suspeita de que a vítima tenha sido abusada sexualmente. Após matar e estuprar a menina, o suspeito tirou fotos dela sem roupa com um celular. “Nós temos certeza de que ela foi estuprada. O elemento era um sádico né? Além de matar e estuprar, ele tirou foto da menina nua. Foi encontrado no celular dele as fotos”, falou.

Ouça os detalhes:

Inquérito será encerrado na próxima semana

Para o delegado não existe dúvidas que ele seja o autor do crime. David Medeiros ainda explicou que o inquérito será encerrado na semana que vem após a mãe da vítima ser ouvida. “Está provado, comprovado que ele é o autor do crime. Isso aí não tem o que se discutir. No inquérito ainda vamos escutar a genitora da vítima que ainda não foi ouvida pelo estado emocional que ela estava. Com isso, nós vamos encerrar o inquérito”, detalhou. O delegado ainda explicou que o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) vai apurar quem foram os autores do linchamento.

Confira a entrevista completa:


Mais Lidas