TRAGÉDIA

Motorista que matou 3 pessoas na Tamarineira vai para banco dos réus em maio


O motorista João Victor foi responsável por um grave acidente de trânsito no bairro da Tamarineira que deixou 3 pessoas mortas e 2 gravemente feridas

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/03/2018 às 17:02
Leitura:

Imagem

O estudante universitário João Victor Ribeiro de Oliveira Leal, de 25 anos, autor do grave acidente que deixou três pessoas mortas e duas gravemente feridas no bairro da Tamarineira, na Zona Norte do Recife, vai sentar no banco dos réus no dia 07 de maio. O Tribunal de Justiça de Pernambuco marcou para maio a primeira audiência de instrução e julgamento do caso.

Nesta fase do processo, testemunhas de acusação, arroladas pelo Ministério Público, e de defesa, arroladas pelos advogados do réu, serão ouvidas em juízo. Por último, será a vez do universitário prestar depoimento. Ele pode optar pelo silêncio.

Concluída a audiência de instrução, tanto a acusação como a defesa terão até dez dias para apresentar as alegações finais. Então o juiz Ernesto Bezerra Cavalcanti, da 1ª Vara do Júri da Capital, decidirá se o réu irá a júri popular.

Denúncia

João Victor foi denunciado à Justiça em dezembro de 2017, três dias após a Polícia Civil concluir o inquérito que apurou o grave acidente na Tamarineira. Diferente do entendimento da polícia, o MPPE decidiu que o indiciamento por triplo homicídio e por duas lesões corporais graves deveria ser mudado para triplo homicídio duplamente qualificado e duas tentativas de homicídios – com acréscimo de duas qualificadoras: prática delitiva que resultou em perigo comum àqueles que trafegavam naquelas vias públicas, motoristas, motociclistas, ciclistas e/ou pedestres e a impossibilidade de defesa das vítimas.

O MPPE também requereu a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação do denunciado e a posterior declaração de inabilitação para dirigir veículo.

Relembre o caso

O universitário João Victor está preso desde 26 de novembro de 2017, dia do acidente. O carro conduzido por ele bateu contra o veículo no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Cônego Baratam, no bairro da Tamarineira, Zona Norte do Recife.

No carro atingido estavam cinco pessoas, quatro delas de uma mesma família. Duas passageiras morreram na hora, Maria Emília Guimarães da Mota Silveira, de 39 anos, e Roseane Maria de Brito Souza, 23, que era babá da família. A terceira vítima fatal morreu no hospital, Miguel Arruda da Motta Silveira Neto, de 3 anos, que era filho de Maria Emília.

Os sobreviventes da tragédia são Miguel da Motta Silveira, de 46 anos, marido de Maria Emília, e Marcela Guimarães da Motta Silveira, filha do casal de apenas 5 anos. As informações são do blog Ronda JC.


Mais Lidas