SAÚDE

Projeto é lançado no Recife para combater mosquito Aedes aegypti


O projeto "Mosquito Estéril” vai espalhar mosquitos esterilizados por meio de radiação iônica

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 21/03/2018 às 18:31
Leitura:

Imagem

O projeto "Mosquito Estéril” que pretende combater a proliferação e reduzir a população de mosquitos Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, deve ser implementado no Recife até o final deste ano. A iniciativa da Prefeitura do Recife em parceria com a Agência Internacional de Energia Atômica, foi divulgada nesta quarta-feira (21), na capital pernambucana.

De acordo com o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, o projeto vai espalhar mosquitos esterilizados por meio de radiação iônica, para reduzir a capacidade de fecundação e fertilidade do inseto.

Confira os detalhes na reportagem de Felipe Rocha:

Locais

Os mosquitos serão liberados em três pontos estratégicos da cidade: na Macaxeira, Morro da conceição e na Mangabeira, todos na Zona Norte do Recife. Ainda segundo o secretário, o projeto pioneiro deve ser empregado em outros locais e que outras ações já praticadas no combate ao Aedes aegypti vão continuar.

A técnica do inseto estéril utilizada no projeto é fundamental para garantir que seja interrompido o ciclo de transmissão de arboviroses.


Mais Lidas