BARBARIDADE

Suspeito de atear fogo em casa de idosos e matar um deles é preso


No dia 20 de fevereiro um casal de idosos teve a sua casa incendiada, em Paulista; José Cavalcanti de Moura, de 80 anos, não resistiu aos ferimentos

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/03/2018 às 16:41
Leitura:

Imagem

A Polícia Civil prendeu e encaminhou ao Cotel, em Abreu e Lima, um dos homens suspeito de ter ateado fogo em uma casa onde moravam dois idosos no município do Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O crime aconteceu no dia 20 de fevereiro no bairro de Pau Amarelo.

Daniel Arcanjo da Silva, de 18 anos, praticou o crime com mais dois comparas de acordo com a polícia um deles menor de idade.

Daniel e o adolescente de 14 anos foram identificados pela polícia porque também sofreram queimaduras no dia do crime e estavam internados no mesmo hospital onde as vítimas estavam. O terceiro suspeito ainda não foi identificado.

De acordo com o delegado Vitor leite, titular da Delegacia de Homicídios de Paulista, o crime foi motivado a mando de traficantes da região. “Esse traficante estava revoltado com a situação do casal ser suspostamente colaborador da polícia e teria ordenado esse incêndio e essa tentativa de homicídio”, disse.

Daniel Arcanjo foi preso por mandado de prisão preventiva e estava dentro da casa onde mora no bairro de Engenho Maranguape. Durante depoimento ele tentou mudar a versão do crime.

O adolescente que participou do crime está em casa e aguarda decisão da promotoria da infância. Os dois suspeitos devem responder pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio.

Confira os detalhes na reportagem de Juliana Oliveira:

As vítimas

As chamas destruíram a residência do casal e mataram o idoso José Cavalcanti de Moura, de 80 anos. Ele ainda chegou a ser socorrido e ficou internado no Hospital da Restauração, no Recife.

A esposa dele Francisca Marques de Assis da Silva, de 67 anos, também foi atingida pelo fogo e recebeu alta e está na casa de amigos. Ela passa bem e não corre risco de morte.


Mais Lidas