zona rural

Ataque de abelhas deixa um morto em São Bento do Una


Homem tentou se proteger pulando na piscina, mas não sabia nadar e acabou sendo alvo fácil dos insetos

Mayra Milenna Gomes
Mayra Milenna Gomes
Publicado em 23/04/2018 às 10:07
Foto: Pixabay
FOTO: Foto: Pixabay
Leitura:

O corpo de George Augusto, conhecido como Bombinha, será liberado pelo Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru, na manhã desta segunda-feira (23), para o sepultamento. Ele e um grupo de amigos, incluindo crianças, estavam na tarde desse domingo (22), no Sítio Monzelinha, se divertindo. Com o ataque do enxame de abelhas, algumas pessoas resolveram pular na piscina para escapar das picadas. George Augusto não sabia nadar e não conseguiu ficar muito tempo embaixo d'água, sendo presa fácil para os insetos.

Ele foi socorrido pelos familiares e amigos, mas não sobreviveu antes de receber atendimento da equipe do Samu. A mulher da vítima e outras seis pessoas foram encaminhadas ao hospital onde ficaram em observação médica. Um dos feridos, que não quer ser identificado, relembra que as abelhas estavam muito agressivas.

Ouça entrevista de um dos feridos:

Morte em Gameleira

Em novembro do ano passado, um agricultor morreu ao ser atacado por abelhas africanas na cidade de Gameleira, no Agreste de Pernambuco. O ataque aconteceu quando José Benedito de Souza, de 72 anos, foi limpar a vegetação da propriedade onde ele morava com a família, na Zona Rural do município. O filho dele, Edmilson de Souza, e a mulher, Maria das Dores, também foram atacados pelas abelhas. Os dois receberam socorro médico e passam bem. O Corpo de bombeiros retirou o enxame do local e removeu o corpo do agricultor.


Mais Lidas