TRANSPORTE

Um dia antes do aumento, metrô restringe compra a 1 bilhete por pessoa


Até a última segunda-feira, os passageiros do metrô podiam comprar até 4 bilhetes de uma vez

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 10/05/2018 às 7:33
Bobby Fabisak/ JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

Nesta sexta (11), a tarifa praticada no metrô do Recife vai passar de R$ 1,60 para R$ 3,00, um aumento de 87,5%. Para tentar economizar, passageiros do modal procuraram as bilheterias para tentar comprar, de forma antecipada, as entradas para o metrô, mas deram viagem perdida. Saiba mais na reportagem de Matheus Sampaio:

Até o anúncio do aumento, na última segunda-feira (7), o passageiro podia comprar até quatro cartões. Depois do anúncio, só dois. Desde hoje, apenas um. A reportagem da Rádio Jornal acompanhou a usuária do transporte Sandra Souza, que tentou comprar mais de um bilhete no guichê da Estação Recife. Ela queria comprar cinco cartões, mas só conseguiu um. A justificativa dada pela vendedora, que não quis se identificar, é a falta de cartões. "A ordem que a gente recebeu é de vender apenas um. Eles estão dizendo que está com pouco cartão na estação, tem até cartão faltando em algumas estações", diz. "A gente está preocupado com as filas, vai dar muito problema", completa.

Aumento

A CBTU divulgou que o reajuste atinge o sistema metroferroviário de cinco cidades. Segundo a CBTU, em João Pessoa, Maceió e Natal as tarifas estão congeladas há 15 anos; em Belo Horizonte há 12 anos e em Recife há seis.

Por este motivo, houve a necessidade de aumentar as passagens. Por meio de nota, a companhia informou que o reajuste é fundamental “para continuidade da operação e manutenção do serviço prestado”. A CBTU também afirmou que pretende proporcionar melhorias para os passageiros a partir do próximo ano.


Mais Lidas