VERGONHA

Envolvido em ofensas contra estrangeira na Rússia já foi preso pela PF


O engenheiro Luciano Gil Mendes Coelho foi engenheiro civil da Prefeitura de Araripina e foi filmado assediando uma estrangeira na Rússia

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 20/06/2018 às 6:57
Reprodução/ Internet
FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

Mais um homem que aparece em vídeos assediando uma estrangeira, na Rússia, foi identificado, nesta terça-feira (19). O engenheiro civil Luciano Gil Mendes Coelho é o terceiro a ser reconhecido após a ampla repercussão na imprensa nacional e internacional e já foi engenheiro civil da Prefeitura de Araripina, no Sertão de Pernambuco.

Em 2015, ele foi preso em uma operação da Polícia Federal intitulada Operação Paradise, que tinha o objetivo de desarticular um esquema de desvio de dinheiro público na Prefeitura de Araripina.

Leia também

OAB-PE repudia ofensas machistas de brasileiros contra estrangeira

Ex-secretário de Ipojuca que ofendeu mulher na Rússia é condenado do TCE

Segundo a investigação, o grupo desviava repasses do Ministério da Educação, que deveria ser usado para a construção creches e escolas e quadras esportivas. De acordo com o jornal O Globo, o engenheiro também foi secretário de Saúde e de Educação do Estado do Piauí.

Em entrevista ao portal UOL, pediu “desculpas às mulheres ofendidas” e disse que estão “transformando um copo d’água numa tempestade”. “Somos pais de família, trabalhadores e vocês estão acabando com a vida da gente... Quem está brincando carnaval exagera um pouquinho na bebida e às vezes passa do ponto. Peço desculpas às mulheres que possam ter se sentido ofendidas, mas estão transformando um copo d’água em uma tempestade”, disse ele, que é dono de uma empresa de engenharia civil no Piauí.

Luciano é natural do Piauí e já foi secretário de Saúde e Educação do Estado. Luciano Gil Mendes Coelho é ex-inspetor do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (CREA-PI).

Entenda o caso

Vídeos publicados nas redes sociais mostram um grupo de amigos brasileiros, alguns vestidos de verde e amarelo, ofendendo uma mulher estrangeira. Entre os homens estão o advogado e ex-secretário de Turismo de Ipojuca, Diego Jatobá, e o tenente da Polícia Militar de Santa Catarina, Eduardo Nunes. Os outros dois agressores ainda não foram identificados.

Nas imagens, eles cercam uma mulher estrangeira e pedem para tirar uma foto. De repente, começam a gritar palavras obscenas, ofendendo a moça, que visivelmente não estava entendendo o teor das palavras. As imagens ganharam repercussão no domingo (17).


Mais Lidas