ELEIÇÕES 2018

Se ele fosse homem mesmo, vinha pro debate, diz Ciro sobre Bolsonaro


Pedetista chama Bolsonaro de “tosco”. “Ele não tem o que dizer”, garante. Ciro diz que não quer ser presidente pra “lamber botas de poderosos”.

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/06/2018 às 10:16
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

A estratégia de Ciro Gomes (PDT) de rivalizar com Jair Bolsonaro (PSL) na corrida presidencial de 2018 ganhou novos capítulos nesta quarta-feira (27). Durante entrevista à Rádio Jornal, Ciro atacou Bolsonaro chegando a chamá-lo de tosco: “Se ele fosse homem mesmo ele vinha pro debate. Ele não tem nada a dizer, é um despreparado, um tosco”, disparou. Escute a entrevista na íntegra abaixo.

“Embate com fascista”

Para Ciro Gomes, Jair Bolsonaro é um facista e tem que ser combatido: “PSDB é direita, Bolsonaro é fascista! Fascista tem que ser enfrentando com dureza”, disse. “Ele não tem vivência nenhuma, nunca administrou uma bodega”, atacou. E completou: “Precisamos matar esse tipo de cultura do ódio, de extremismo, pela raiz”.

Ciro ainda lembrou de que teve o nome preterido pelo ex-presidente Lula (PT) para ser candidato a presidente em 2010. “Eu era o candidato apontado como o sucessor de Lula e de última hora foi escolhida a Dilma. Eu engoli”, ressaltou.

Com fama de esquentado, o pré-candidato do PDT rebateu as críticas: “Não estou em lista de nada. Vão dizer o que de mim? Que eu sou bocão. Eu sou é indignado com esse país”, declarou.


Mais Lidas