CABO DE SANTO AGOSTINHO

Motim na Funase do Cabo terminou com fuga de 56 internos


De acordo com a Funase, 14 internos foram recuperados até a manhã de hoje. Um jovem de 19 anos ferido e foi hospitalizado

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 02/07/2018 às 8:27
Foto: Reprodução / Whatsapp
FOTO: Foto: Reprodução / Whatsapp
Leitura:

Nesta segunda-feira (2), a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) confirmou a fuga de 56 de internos do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, após um motim neste domingo (1º). De acordo com a Funase, o problema ocorreu de maneira localizada, em duas alas da unidade, e foi controlado com a ajuda da Polícia Militar (PM). Até as 6h desta segunda-feira (2), 14 haviam sido recapturados.

Ferido

Durante a ação, um interno de 19 anos ficou ferido, vítima de um objeto perfurocortante, e precisou ser socorrido. Ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cabo e, posteriormente, transferido para o Hospital Dom Helder Câmara, no bairro de Ponte dos Carvalhos, também no município. Não há informações sobre o estado de saúde do jovem.

O responsável pela agressão é outro jovem de 19 anos. Ele foi identificado e encaminhado para a delegacia do município.

Motim

Segundo a assessoria da Funase, o motim começou às 17h e foi controlado por volta das 18h30. Os socioeducandos teriam feito um buraco em um dos muros da unidade para escapar. O tumulto aconteceu em duas das quatro alas do Case. Para facilitar a fuga, colchões foram queimados, fazendo com que muita fumaça fosse vista do lado de fora da unidade.

No momento do motim, 294 jovens estavam na instituição, que tem capacidade para 166 pessoas.

*Com informações do JC Online


Mais Lidas