nota de pesar

Paulo Câmara e outros políticos lamentam morte de Guilherme Uchôa


Paulo Câmara esteve no Hospital Português, após falecimento de Guilherme Uchôa, e decretou cinco dias de luto

Mayra Milenna Gomes
Mayra Milenna Gomes
Publicado em 03/07/2018 às 9:14
Paulo Câmara esteve no Hospital Português, após falecimento de Guilherme Uchôa
FOTO: Paulo Câmara esteve no Hospital Português, após falecimento de Guilherme Uchôa
Leitura:

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, esteve no Hospital Português, na manhã desta terça-feira (3), onde faleceu durante a madrugada o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchôa. O velório acontece às 15h, na Alepe, e o enterro será no Cemitério de Igarassu. Em entrevista à Rádio Jornal, o governador destacou a importância política do ex-deputado. "Foi um grande parceiro, uma pessoa que sempre ajudou o Governo de Pernambuco a aprovar projetos importantes na Assembleia Legislativa", disse. "É uma perda que Pernambuco tem".

Câmara diz estar solidário à família de Uchôa. "Quero prestar a minha solidariedade cristã e os meus sinceros sentimentos à toda sua família, em especial a Dona Eva, filhos e netos", disse em nota de pesar. "Ele sempre falava que nós precisamos estar trabalhando para um Pernambuco melhor. Vamos continuar trabalhando em memória e respeito a ele", completa. O Governo do Estado lamenta decretou cinco dias de luto.

Ouça entrevista completa:

Entidades e políticos emitiram nota de pesar. Veja algumas:

André Ferreira

Foi com surpresa e tristeza que recebi, nesta madrugada, a notícia da morte do presidente Guilherme Uchoa. Mais do que um correligionário no PSC, Guilherme era um grande amigo, que vai deixar saudades. Não se pode contar a história política de Pernambuco nos últimos 20 anos sem a sua participação e essa lacuna será difícil de preencher. Deixo os meus sentimentos e orações a Eva, sua esposa, e aos filhos Guilherme Junior e Giovanna.

André Ferreira, deputado estadual.

Partido Social Cristão (PSC)

O PSC lamenta profundamente a morte do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchoa. Filiado desde o março, ele trabalhou para fortalecer o nosso partido. Pernambuco perde uma de suas principais referências na política, que atuou para trazer desenvolvimento para o nosso Estado. O PSC solidariza-se com a família de Guilherme Uchoa. Que encontre conforto nesse momento tão difícil.

André Ferreira
Presidente estadual do PSC

Sileno Guedes e PSB-PE

É com grande pesar que o PSB de Pernambuco recebe a notícia sobre o falecimento do deputado estadual Guilherme Uchoa, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

O Estado perde um importante líder político, que durante mais de duas décadas dedicou a vida à atividade pública. Aliado importante e amigo do PSB, Uchoa, como parlamentar e representante maior da Casa Joaquim Nabuco, sempre atuou em defesa de projetos prioritários para a população pernambucana, dando exemplos não só da sua lealdade, mas de responsabilidade com a gestão pública.

Juiz aposentado, exerceu ainda o cargo de governador em períodos distintos nos mandatos dos governadores Eduardo Campos e Paulo Câmara.

Aos familiares e amigos, desejamos o conforto necessário neste momento de luto e dor.

Sileno Guedes - Presidente Estadual do PSB-PE

Bancada de Oposição de Pernambuco

Hoje é um dia triste para todos nós que fazemos a Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Foi com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento do deputado Guilherme Uchoa, presidente da Alepe. Em seu sexto mandato e há quase 12 anos à frente da Casa, a sua atuação foi marcada principalmente pela forma como defendeu a autonomia do Legislativo. Pernambuco perde um grande quadro. Como homem público, sempre praticou a boa política, atuando com ética, seriedade e compromisso com os pernambucanos.

Guilherme é um exemplo de homem público, pai e amigo. Ele pode imprimir uma gestão exitosa na Alepe, buscando a transparência do poder legislativo, melhorando a infraestrutura e ampliando o diálogo do Legislativo com todos os poderes, além de buscar ampliar os canais institucionais de participação popular, dialogando sempre com o povo de Pernambuco. Nossa solidariedade à toda família e amigos.

Bancada de Oposição de Pernambuco - Silvio Costa Filho, líder da Oposição

Tribunal de Justiça de Pernambuco

Juiz aposentado, integrou o Judiciário estadual entre os anos de 1985 e 1992

O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Adalberto de Oliveira Melo, emitiu nota de pesar pelo falecimento do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado Guilherme Uchoa. Juiz aposentado, o político faleceu na madrugada desta terça-feira (3/7), no Recife, aos 71 anos.

“Com pesar e sentimento de solidariedade a familiares e amigos, em nome do Poder Judiciário de Pernambuco, lamentamos o falecimento do presidente do Legislativo estadual, deputado Guilherme Uchoa. Magistrado aposentado, para além e antes mesmo de sua atuação no cenário político, Uchoa contribuiu para o TJPE e para a população através de seu trabalho no cargo de juiz em comarcas do Interior e da Região Metropolitana do Estado”, declarou o desembargador-presidente Adalberto de Oliveira Melo, que decretou luto oficial de sete dias.

Guilherme Aristóteles Uchoa Cavalcanti Pessoa de Melo nasceu em Timbaúba, Mata Norte do Estado, em 22 de abril de 1947. Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e com formação em licenciatura plena em História pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru, também foi escrivão da Polícia Civil.

Juiz aposentado, integrou o Judiciário estadual entre 15 de abril de 1985 e 31 de março de 1992. Atuou nas comarcas de Palmeirinha, Angelim, Riacho das Almas, Caruaru, Cumaru, Goiana, Olinda e Recife. Deputado estadual por seis mandatos e atual presidente da Alepe, assumiu o exercício do Governo do Estado em cinco oportunidades.

...............................................................................................................................
Poder Judiciário Estadual
Tribunal de Justiça de Pernambuco


Mais Lidas