assassinato

Corpo de médico encontrado morto em Aldeia vai passar por exame de DNA


Polícia disse que o médico foi morto há quase um mês e os principais suspeitos são a esposa e um dos filhos do casal

Mayra Milenna Gomes
Mayra Milenna Gomes
Publicado em 05/07/2018 às 9:07
Leopoldo Monteiro / TV Jornal
FOTO: Leopoldo Monteiro / TV Jornal
Leitura:

Está no Instituto de Medicina Legal (IML) o corpo do médico cardiologista Denirson Paes da Silva, de 54 anos, que foi encontrado esquartejado e carbonizado dentro de uma cacimba na casa onde morava, no condomínio Torquato castro, na estrada de Aldeia, em Camaragibe, na tarde da última quarta-feira (4). De acordo com a perícia, o corpo estava em estado avançado de decomposição e será necessário realizar a coleta de material da ossada para exames de DNA. Segundo a polícia, o médico foi morto há quase um mês e os principais suspeitos são a esposa e um dos filhos do casal.

Ouça informações com Juliana Oliveira:

Investigações

Para despistar do crime, a mulher do médico, identificada como Jussara Paes, fez um boletim de ocorrência no dia 20 de junho informando que marido havia viajado para fora do País no mês de maio e não tinha dado mais notícias. Durante as investigações, a delegada desconfiou da participação da família e solicitou o mandado de busca e apreensão na residência do médico. Até o momento, nenhum parente da vítima compareceu ao IML. O condomínio onde a família morava está isolado para investigações e à tarde haverá uma entrevista coletiva com a Polícia Civil que vai informar detalhes com o fato.


Mais Lidas