NASCIMENTO

Mulher dá à luz às margens da BR-101, em Abreu e Lima


Parto foi auxiliado por policiais militares. A mãe e a bebê passam bem

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 10/07/2018 às 8:15
Foto: TV Jornal
FOTO: Foto: TV Jornal
Leitura:

A dona de casa Roberta Oliveira, de 19 anos, passou por momentos de aflição neste final de semana. Grávida de 8 meses, ela procurou o Hospital Alzira Figueiredo, em Itamaracá, após começar a sentir contrações na casa de amigos. De acordo com ela, os atendimentos recebidos no hospital foram superficiais e o médico mandou de volta para casa.

Em trabalho de parto, Roberta e familiares procuraram outra unidade de saúde, mas ela acabou dando à luz uma menina às margens da BR-101, em Abreu e Lima, a caminho do Recife, na tarde dessa segunda-feira (9). A pequena Ágata Vitória e a mãe passam bem.

O parto

Roberta foi assistida por pessoas que moravam próximas no local. Uma viatura da Polícia Militar que passava pelo trecho também foi solicitada para assistir o parto. Um lençol foi forrado no chão e a bebê nasceu.

Após o nascimento, a mãe e a criança foram encaminhadas para a maternidade de Abreu e Lima para avaliação médica. Os policiais militares envolvidos no parto visitaram mãe e filha na maternidade em Abreu e Lima e trouxeram presentes.

O soldado do 17º batalhão da PM Carlos Alberto relembra os procedimentos adotados. De acordo com ele, a equipe não tinha treinamento para realizar partos e estava esperando o SAMU chegar, mas o nascimento aconteceu de maneira natural e surpreendeu a todos.

O obstetra Marcelo Vieira afirma que o ambiente não tinha assepsia e poderia ter colocado mãe e criança em risco, ambas, porém, passam bem. Elas podem ter alta ainda nesta terça-feira (10).


Mais Lidas