IMPASSE

Após paralisação, reunião discute reajuste salarial dos rodoviários


Rodoviários e patronal estão reunidos na Secretaria das Cidades para mais uma rodada de negociações

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 12/07/2018 às 16:07
Bobby Fabisak/ JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

Rodoviários e patrões estão reunidos na tarde desta quinta-feira (12), na Secretaria das Cidades de Pernambuco, para discutir o reajuste da categoria. Na segunda-feira (9), houve uma rodada de negociação os patrões, representados pela Urbana-PE, propuseram o reajuste salarial de 2,82% no salário e o Sindicato dos Rodoviários rebateu com uma contraproposta de 4,5% de aumento no salário mais 11% no vale alimentação.

Benilson Custódio, presidente do Sindicato dos Rodoviários, espera que a patronal atenda aos pedidos da categoria. “Nós começamos já uma negocia pedindo 9% e 16% no tíquete, mas nessa reunião nós descemos para 4,5% e 11%, onde ele nos ofereceu 2,82%, o que está abaixo da inflação e nós não aceitamos”, explicou.

Ouça os detalhes na reportagem de Leandro Oliveira:

Paralisação

Nesta quinta-feira (12), motoristas e cobradores vinculados à oposição ao Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco paralisaram as atividades no centro do Recife. O ato aconteceu na Avenida Guararapes, na Rua do Riachuelo, na ponte Duarte Coelho, na Rua da Aurora e na Avenida Cruz Cabugá, entre outros pontos.

Os manifestantes pedem reajuste de salários e fazem parte da oposição, composta por três grupos. O protesto acabou no início da tarde.


Mais Lidas