CASO ALDEIA

Polícia Civil encontra 90% do corpo do médico assassinado


Em coletiva, a Polícia Civil afirma ter encontrado a cabeça e o tronco do médico Denirson Paes no fundo do poço

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 12/07/2018 às 19:21
FOTO:
Leitura:

A Polícia Civil de Pernambuco divulgou em coletiva na tarde desta quinta-feira (12) mais detalhes sobre o crime em Aldeia, Camaragibe, no Grande Recife, que teve como vítima, o médico e advogado Denirson Paes Silva de 50 anos.

As buscas pelos restos mortais do cardiologista ainda continuam. A Polícia informou que 90% do corpo foi encontrado e na última leva, foram encontrados o tronco e a cabeça do médico.

O chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle, afirmou que os restos mortais encontrados, podem auxiliar a perícia a determinar a causa da morte de Denirson. No local, uma escavadeira ainda vasculha a cacimba onde o corpo foi jogado.

Os Médicos Legistas do Instituto de Criminalística (IC) vão analisar o corpo de Denirson e dar prosseguimento às investigações

Ouça os detalhes com o repórter Leandro Oliveira

Relembre o caso

O corpo de Denirson Paes da Silva foi encontrado no fundo de um poço que pertence à casa onde morava com a família no dia 4 de julho. Os investigadores chegaram à residência do médico depois que a própria esposa prestou queixa, no dia 20 de junho, do desaparecimento do marido. No boletim de ocorrência a mulher alegava que a última informação sobre o paradeiro do marido era de que ele havia embarcado numa viagem internacional no começo do mês e desde então não havia entrado em contato com a família.

Entretanto, durante as investigações, a Polícia Civil identificou que o cardiologista estava desaparecido desde o dia 31 de maio e que a viagem citada havia sido desmarcada pela própria vítima. O enterro dos restos mortais do médico ainda está sem data marcada por causa da necessidade de haver mais detalhes da ocorrência.


Mais Lidas