ALTA

Valor da cesta básica no Recife corresponde a 40% do salário mínimo


A cesta básica na capital pernambucana sofreu a segunda maior alta entre as capitais do país, segundo Dieese

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 13/07/2018 às 14:01
Agência Brasil
FOTO: Agência Brasil
Leitura:

O Recife foi a capital que teve a segunda maior alta da cesta básica no país. Uma pesquisa feita pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) revelou que a cesta subiu certa de 5,82% na capital pernambucana, com isso, o valor chegou a R$ 355,49, o que corresponde a 40% do salário mínimo.

Os produtos que puxaram a alta da cesta básica foram leite integral, carne, feijão, arroz e o tomate. Na feira no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, os preços seguiram essa tendência. O feijão mulatinho, por exemplo, que era vendido até a semana passada a R$ 4, hoje está sendo vendido a R$ 4,50. O quilo da carne de charque que custava R$ 21, hoje foi vendido a R$ 22.

A aposentada Jovita Laurentino reclamou dos preços. “Aumentou tudo. Cebola, tomate, batata, feijão”, criticou.

O comerciante Paulo Sérgio disse que não tinha como não repassar o aumento para os consumidores e disse que isso ainda é consequência da greve dos caminhoneiros.

Confira os detalhes na reportagem de Mario Oliveira:


Mais Lidas