CONQUISTA

Após aceitarem reajuste, rodoviários descartam greve para este ano


Os rodoviários conquistaram o reajuste salarial de 4% e de 8,69% no ticket alimentação

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 17/07/2018 às 14:00
Guga Matos/ JC Imagem
FOTO: Guga Matos/ JC Imagem
Leitura:

O reajuste de 4% no salário dos rodoviários foi aprovado por unanimidade em assembleia realizada no sindicato da categoria, nesta terça-feira (17). Os trabalhadores também aceitaram a proposta da classe patronal e o valor do ticket alimentação também aumentou 8,69%, ou seja, de R$ 230 passa, agora, a R$ 250.

Segundo o assistente de comunicação do Sindicato dos Rodoviários, Genildo Pereira, com o consenso das duas classes, os rodoviários prometem descartar greve este ano. "Após apresentarmos a contraproposta da patronal, em assembleia. a categoria aceitou o reajuste por unanimidade. Está descartado qualquer movimento paredista dos rodoviários", garantiu.

Os novos valores ficam da seguinte forma: motoristas que antes recebiam R$ 2.167,10, com a mudança, passam a ganhar 2.253,73. O salário dos cobradores passou de R$ 996,86 para R$1.036,73. A remuneração dos fiscais também mudou: era R$ 1.401,38 centavos e, com o aumento, ficou R$ 1.457,43.

Confira os detalhes na reportagem de Kimberly Neri:

Outras categorias

A não terceirização no setor, manutenção dos postos de trabalho dos cobradores e o intervalo intrajornada de 30 minutos até 4 horas – com as duas últimas horas remuneradas - foram outras conquistas conseguidas pela categoria, como ressalta Genildo Pereira.

Na última quinta-feira (12), motoristas e cobradores de ônibus fizeram um protesto no centro da capital pernambucana. O ato foi orquestrado pela oposição sindical e a intenção do movimento foi pedir por melhores condições salariais.


Mais Lidas