ENTREVISTA

Para Elias Gomes, não existe risco do PSDB romper com Armando Monteiro


O ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes afirma ainda que desistência da candidatura de Bruno Araújo ao Senado pode não ser definitiva

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 24/07/2018 às 9:43
Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
FOTO: Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
Leitura:

Após o deputado federal e ex-ministro das Cidades no Governo Temer Bruno Araújo (PSDB-PE) emitir nota onde retira a pré-candidatura a senador pela chapa encabeçada por Armando Monteiro Neto (PTB-PE), cresceram as especulações de um rompimento entre os partidos na coligação "Pernambuco vai mudar". De acordo com o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes e um dos líderes do PSDB local, ainda é cedo para afirmar quem será ou não candidato a cada cargo e que os entendimentos serão alcançados. Em entrevista ao Passando a Limpo, Elias Gomes disse ainda que a chapa, que também conta com a pré-candidatura de Mendonça Filho (DEM) ao Senado, reúne líderes diferentes com interesses em comum.

Para Elias Gomes, não existe risco do PSDB romper com Armando. "Existe uma relação nacional. Mesmo que haja visões distintas e campos eleitorais diferentes, vamos chegar a um entendimento", refletiu. "Armando havia pronunciado um voto em Lula, mas esse voto em Lula não vai existir. Ele não disse que não votaria no PT", disse, afirmando que não haverá incoerência entra a chapa local e a nacional. "Ele vai votar no Alckmin", completou.

Armando diz que apoia Lula, mas não tem compromisso com plano B do PT
Se Lula não for candidato, Armando admite apoiar Geraldo Alckmin

O ex-prefeito de Jaboatão afirmou ainda que não viu problemas na visita de Armando à Lula na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, na última terça-feira (17). Para ele, a relação pessoal do candidato a governador pela coligação com o ex-presidente é histórica e nada tem a ver com a construção das estratégias locais. "Quem precisa se preocupar com Lula é a candidata do PT, se ela conseguir se candidatar", alegou. "O debate precisa sair da 'lulização' para abordar o quem sou eu e o que eu quero e posso fazer por Pernambuco", disse.

União com Anderson Ferreira

"Eu estava aqui, ele chegou, quem sou eu para negar apoio", disse Elias Gomes sobre o estreitamente das relações com o ex-adversário político. Anderson Gomes (PR) é o atual prefeito de Jaboatão. Em 2016, Elias apoiou o candidato do PSB Heraldo Selva. De acordo com Elias, a eleição é estadual e não municipal e os desentendimentos pessoais ficam em segundo plano.


Mais Lidas