cultura

Em Itamaracá, Forte Orange reabre as portas com novidades


Um museu foi inaugurado no local com exposições do resultado das escavações de arqueólogos da UFPE

Mayra Milenna Gomes
Mayra Milenna Gomes
Publicado em 27/07/2018 às 13:59
Leonardo Vasconcelos
FOTO: Leonardo Vasconcelos
Leitura:

O Forte Orange é o maior cartão postal de Itamaracá, no Litoral Norte de Pernambuco. Ele faz parte da história da ilha e de todos os moradores. O forte foi erguido pelos holandeses em 1631. Trinta e cinco anos depois ele foi reconstruído pelos portugueses. Com o tempo, ele foi se desgastando e em outubro de 2014 começou a passar por uma obra de restauração.

Foram investidos quase R$ 11 milhões com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento em parceria com o Iphan e o Governo Estadual. Desde dezembro de 2015 que o local estava parcialmente aberto para visitação. A novidade é que, agora, com as obras finalizadas, ele será totalmente reaberto para a população.

Ouça informações com Leonardo Vasconcelos:

Forte Orange
Foram investidos quase R$ 11 milhões com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento
Leonardo Vasconcelos

Museu

Uma das grandes novidades para a população é a abertura de um museu. No local, arqueólogos da Universidade Federal de Pernambuco encontraram em escavações a porta de entrada do forte holandês. A reabertura do forte será hoje às 9h.


Mais Lidas