Homem se queixa de insegurança no Hipódromo após ter casa invadida

Além do sentimento de revolta pela invasão de sua casa no bairro do Hipódromo, vítima ainda ficou insatisfeita com o resultado da audiência de custódia

MEDO
Homem se queixa de insegurança no Hipódromo após ter casa invadida

O delegado Rômulo Aires apresentou os detalhes do crime - Foto: Foto: Reprodução/Google Street View

No bairro do Hipódromo, na Zona Norte do Recife. onde na semana passada uma casa foi invadida por criminosos, o sentimento é de revolta depois que duas suspeitas foram liberadas em audiência de custódia.

A vítima, que teve o nome preservado, explicou que, no lugar das conversas de fim de tarde, os moradores se escondem por trás de muros altos, câmeras de vigilância e cercas eletrificadas. “A vida da gente era uma vida maravilhosa, uma rua larga, bonita, arborizada e, de repente, agora a gente não pode abrir uma grade, não pode andar na rua, não pode nem ajudar alguém porque a gente desconfia até da sombra”, lamentou.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro: 

Entenda o caso 

Na Delegacia do Espinheiro, o delegado Rômulo Aires, apresentou os detalhes da prisão em flagrante de um casal acostumado a praticar furtos em residências e estabelecimentos na área. Michael Luiz de Amaral, de 38 anos, e Izabel Cristina Ferrer da Silva, de 29 anos, entraram na residência levaram telefones celulares, computadores, tablets, joias e uma bicicleta.

Material apreendido com o trio
Material apreendido com o trio
Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

Todo material foi recuperado pelos policiais com Cintia Cibele Soares de Macedo, de 29 anos, conhecida por Galega, na casa dela em Santo Amaro. De acordo com o delegado, a receptadora comprou tudo por R$ 300.

Documentos, celulares, cartões de bancos, relógios, cheque, escadas e bicicletas foram recuperados em poder da Galega e uma outra investigação foi aberta contra a mulher.

Resultado da audiência 

Na audiência de custódia em que foram apresentado Michael Luiz de Amaral e Izabel Cristina Ferrer da Silva, viciados em crack e com várias passagens pela polícia pela mesma prática criminosa, e Cintia Cibele Soares de Macedo, as suspeitas pagaram fiança e forma liberadas. Já Michael foi encaminhado para o Cotel, em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.