Com atraso de dois anos, nova etapa do zoo de Dois Irmãos é finalizada

O zoológico passa a contar com hospital veterinário, local para quarentena, reservatório e estação de tratamento de água

DOIS IRMãOS
Com atraso de dois anos, nova etapa do zoo de Dois Irmãos é finalizada

Zoológico de Dois Irmãos - Foto: Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Com dois anos de atraso, antigo zoológico de Dois Irmãos, no Recife, finaliza a primeira das nove etapas de implantação do bioparque. São aproximadamente 385 hectares e 480 animais de diferentes espécies. Nos finais de semana, o espaço, um dos maiores centros de conservação da natureza do País, é  visitado por mais de três mil visitantes.

As obras no Parque Estadual Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife, tiveram início em agosto de 2016. A nova promessa é de que os serviços da primeira etapa do projeto orçado em mais de R$ 10 milhões sejam concluídos até setembro. O zoológico passa a contar com hospital      veterinário, local para quarentena, reservatório e estação de tratamento de água.

Ao custo de R$ 40 milhões, a segunda etapa de implantação do ecoparque não tem data para sair do papel. Uma das visitantes, a cuidadora Marta Maria da Silva, reclama da sujeira e lembra que o pedalinho faz muita falta.

A única receita própria do parque é o ingresso, ao preço de R$ 2 – mantido há quase quinze anos. Vale lembrar que no zoológico, na Zona Norte do Recife, as crianças com até um metro de altura não pagam.

Novos bichos

Até o final da semana, vão chegar os dois macacos da espécie bugio, vindos de um zoo do estado da Paraíba. O engenheiro responsável pela obra, Kelber Rolim, justifica a demora das atividades construtivas e  arquitetônicas.

As obras não alteraram a programação de férias para a garotada no parque estadual Dois Irmãos no Recife. Walter Blossey, gerente do zoológico, fala das medidas tomadas para o bem estar dos moradores  – os animais:

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.