AGRESTE

Corrida da Galinha é mantida após ação criminosa em São Bento do Una


Em uma ação criminosa em São Bento do Una, no Agreste do Estado, duas agências bancárias ficaram destruídas

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 01/08/2018 às 13:32
Cortesia
FOTO: Cortesia
Leitura:

Um dia depois de uma ação violenta que deixou duas agências bancárias explodidas, a população de São Bento do Una, no Agreste do Estado, tenta voltar à normalidade. Segundo a prefeita da cidade, Débora Almeida, a tradicional Festa da Galinha, será realizada normalmente, mesmo com o não funcionamento das unidades bancárias. O evento começa na sexta-feira (3).

A expectativa para o evento é grande. “A gente está esperando público nos três dias de festa de cerca de 200 mil pessoas durante todos os dias. Porque a gente tem, além da festa, a feira de avicultura porque São Bento do Una é o quarto maior produtor de ovos do país”, destacou a prefeita.

Saiba mais na reportagem de Berg Santos:

A ação criminosa

De acordo com a Polícia Militar, cerca de dez criminosos explodiram as agências do Banco do Brasil e do Bradesco, ambas localizadas na Praça Cônego João Rodrigues de Melo, na madrugada desta terça-feira (31), por volta das 2h.

Na investida criminosa, uma família foi feita refém dentro de uma residência e houve negociação com a polícia para liberação das vítimas.

Confira o vídeo do momento em que os reféns são libertados:

Segundo a prefeita Débora Almeida, a polícia agiu de forma rápida e muito forte. “Desde ontem, depois do meio dia, a vida já começou a voltar ao normal depois do grande susto que nós tivemos. Mas graças a Deus todo mundo está bem. Não tivemos nenhuma vítima inocente, apenas um vigilante, mas ele passa bem”, destacou.

Durante o roubo, um carro foi incendiado em frente ao Destacamento da Companhia da Polícia Militar de São Bento do Una para impedir a saída dos policiais. Na ação, foram apreendidos um fuzil, duas espingardas calibres 12, duas bananas de dinamite e uma quantia em dinheiro não informada.

Um suspeito morreu após troca de tiros com a polícia e um segundo ficou ferido e foi preso. O vigilante que foi baleado durante a investida continua em recuperação no Hospital Regional do Agreste.


Mais Lidas