BARBARIDADE

Suspeito de decepar mão de zelador durante assalto é preso em Olinda


O zelador Valdeci Pereira da Cruz teve a mão decepada durante um assalto, em abril; ele passou por cirurgia e conseguiu reimplantar o membro

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 01/08/2018 às 14:10
Guga Matos/ JC Imagem
FOTO: Guga Matos/ JC Imagem
Leitura:

Policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar prenderam um jovem de 18 anos suspeito de ter decepado a mão do zelador Valdeci Pereira da Cruz, de 53 anos, no final de abril no bairro Porto da Madeira, Zona Norte do Recife, durante tentativa de assalto. O jovem foi preso durante operação que tinha como objetivo impedir assaltos a ônibus na AV Presidente Kennedy, em Olinda.

Na ação, a polícia apreendeu três adolescentes: um de 15 anos e outros dois de 16 anos. A polícia apreendeu ainda um simulacro de arma de fogo e drogas. Eles estão no Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), no bairro da Boa Vista, na área central do Recife.

Lembrando que o zelador Valdeci Pereira da Cruz passou por cirurgia ainda em maio e teve a mão esquerda reimplantada.

De acordo com o sargento do Grupo de Ações Táticas Intinerante - GATI, Paulo Ribeiro, populares denunciaram que um dos assaltantes suspeito de cometer o crime contra o zelador, estaria escondido em um barraco no Porto da Madeira. "O que tinha praticado o assalto, que tinha decepado a mão do cidadão, estava escondido lá. E eles haviam alugado a casa a pouco tempo, informação da própria população", explicou o militar.

Ouça o relato completo do Sargento Paulo Ribeiro

Relembre o caso

O zelador Valdeci Pereira foi abordado por dois homens na Rua Cidade do Monteiro, no Porto da Madeira, na Zona Norte do Recife, no dia 27 de abril. A vítima ia de bicicleta de casa, no Alto da Bondade, ao trabalho no Condomínio João Paulo Segundo. Dois rapazes, um armado com um revólver e outro com um facão anunciaram o assalto. A dupla fugiu rumo a Comunidade Miguel Arraes após decepar a mão esquerda da vítima por se recusar a entregar a bike.

De início, o zelador Valdeci Pereira da Cruz foi levado pela equipe do Samu até o Hospital Getúlio Vargas, no Cordeiro. Até à cirurgia de reimplante no SOS Mão, na Ilha do Leite, área central do Recife, foram mais de sete horas.


Mais Lidas