ENTREVISTA

Kátia Abreu diz que nem filho a reconheceu em foto: mãe, não é você!


Senadora e vice na chapa presidencial de Ciro Gomes, Kátia Abreu falou sobre photoshop, defendeu agrotóxicos e proposta de limpar nomes de devodores do SPC

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 14/08/2018 às 11:59
Foto: reprodução/Twitter
FOTO: Foto: reprodução/Twitter
Leitura:

Candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes (PDT), a senadora Kátia Abreu (PDT) comentou em entrevista na Rádio Jornal nesta terça-feira (14) a polêmica envolvendo o photoshop em uma foto dela e de Ciro que viralizou nas redes sociais. Ela confirmou que a foto é verdadeira, mas que passou por alterações por computador: “Fiz essa foto no estúdio e sempre ficam umas ruguinhas. Sou vaidosa, uso meus creminhos, mas nunca com muito exagero. Fizeram o photoshop e o mundo veio abaixo”, falou entre risos. Escute na íntegra no áudio abaixo.



A senadora destacou que defendia Ciro Gomes independentemente da escolha para o cargo de vice. Ela conta que se divertiu com a foto sensação das redes sociais e que nem os filhos dela a reconheceram: “Já dei tanta risada. A primeira pessoa que me falou da foto foi meu filho, que disse “Mãe, não é você”, disse.

Agroquímicos e limpa nome

Afirmando que está contente em ser candidata a vice-presidente, Kátia Abreu que é historicamente ligada ao agronegócio (foi ministra da agricultura no governo Dilma entre 2015 e 2016) defendeu o uso do que ela chama de “agroquímicos”: “Moramos num país tropical, onde as pragas se proliferam em grande velocidade. Quem defende o agroquímico, defende porque é preciso. Sem os agroquímicos, produziríamos muito menos. Temos que ter bastante rigor no uso”, defendeu. Ela ainda acredita que existe muito “preconceito” em torno do uso dos agrotóxicos. “Eu nunca usei produtos orgânicos”, destacou.

A senadora ainda reforçou a promessa de campanha de Ciro Gomes de fazer um esforço nacional para “limpar o nome” dos mais de 60 milhões de brasileiros que estão no SPC e diz que isso é possível: “Da mesma forma que fizeram o milagre pra salvar empresas com mais de 283 bilhões de reais em desonerações”, alfinetou. Ela disse que a proposta será discutida na hora certa pelo próprio candidato Ciro Gomes, que é economista.


Mais Lidas