ETERNO CRISTO

Morre ator e diretor José Pimentel aos 84 anos


O eterno Cristo estava internado desde o dia 8 de agosto. Pimentel interpretou o papel de Jesus por quase 40 anos

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 14/08/2018 às 9:56
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Morreu na manhã desta terça-feira (14) o ator e diretor pernambucano José Pimentel. Ele tinha 84 anos e estava internado no Hospital Esperança, na Ilha do Leite, área central do Recife, desde a última quarta-feira (8) e faleceu em decorrência de um enfisema pulmonar. Os detalhes de velório e enterro ainda serão repassados pela família.

Pimentel: Não é fácil tirar a pele do Cristo que vesti por tantos anos
Após 40 anos, José Pimentel deixa o papel de Jesus da Paixão de Cristo do Recife
Não acho que era necessário, diz Pimentel sobre saída da Paixão de Cristo
Paixão de Cristo: Pimentel apresenta novo Jesus e pede ajuda para realizar espetáculo
Com muito trabalho conseguimos, diz Pimentel sobre Paixão do Recife

Último boletim

No último boletim de saúde divulgado pelo hospital nessa segunda-feira (13), Pimentel estava sedado, respirando com ajuda de aparelho e realizando hemodiálise em modo contínuo. Pimentel já havia sido internado em 2017 com problemas respiratórios. Em 2016, ele passou por uma cirurgia para tratar uma hérnia inguinal e teve problemas cardíacos durante a recuperação.

Eterno Cristo

José Pimentel vive o papel de Jesus desde 1978
José Pimentel nasceu em Garanhuns no dia 11 de agosto de 1934
Foto: Divulgação

Durante toda a sua carreira, Pimentel já deu vida ao papel de Jesus Cristo por quase 40 anos. Ele começou a interpretar o Nazareno ainda nas ruas de Fazenda Nova, em "Drama do Calvário", embrião da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém. Para as montagens da Paixão de Cristo de Brejo da Madre de Deus, o ator interpretou um soldado romano, Pilatos, o demônio e, finalmente em 1978, interpretou o papel de Jesus. Pimentel ficou na montagem até o ano de 1996, quando saiu fazendo críticas à produção.

Em 1997, José Pimentel criou a Paixão de Cristo do Recife, inicialmente encenada no Arruda e, em seguida, transferida para o Marco Zero. Em 2016, o ator teve problemas de saúde e ficou internado por 12 dias, o que gerou incertezas sobre sua presença na montagem da Paixão de Cristo de 2017. Desafiando os boletins médicos e descrença geral, José Pimentel assumiu o papel nas apresentações desse ano.

Em 2018, Pimentel foi substituído este ano por Hemerson Moura na Paixão de Cristo do Recife. Após o cancelamento do espetáculo por falta de recursos, a peça foi encenada por menos tempo do que era realizada nos anos anteriores.


Mais Lidas