OLINDA

Cobrador é vítima de injúria racial e passageira é autuada


Passageira teria chamado cobrador de 'macaco' após uma discussão sobre troco. Uma amiga dela é suspeita de quebrar uma janela do ônibus

Publicado em 15/08/2018 às 3:49
Edson Araújo/TV Jornal
FOTO: Edson Araújo/TV Jornal
Leitura:

A Polícia Civil autuou uma passageira por injúria racial contra um cobrador de ônibus, de 37 anos, que faz a linha TI Xambá/Rio Doce. Segundo a polícia, o caso ocorreu nessa terça-feira (14), em Olinda, no Grande Recife. A mulher teria chamado o rodoviário de 'macaco'.

A passageira, identificada com Maria Clara, 27, teria embarcado no ônibus em Jardim Fragoso, acompanhada dos filhos e de uma amiga. Na hora de pagar a passagem, ela entregou R$ 100 ao cobrador, que não tinha troco. Como a mulher já havia atravessado a catraca, o funcionário pediu para entregar o troco depois.

Discussão

Ao chegar no destino da passageira, o profissional informou que ainda não havia conseguido a quantia. A mulher pediu os R$ 100 de volta e disse que desceria do ônibus. O cobrador afirmou que ela não poderia fazer aquilo. Em seguida, iniciou-se uma discussão e o cobrador teria sido ofendido.

Ainda, de acordo com a polícia, em meia à confusão, uma amiga da suspeita de injúria quebrou uma janela do coletivo. Ela conseguiu fugir antes que o motorista levasse o ônibus para a delegacia do Varadouro, também em Olinda.

Autuada

Na delegacia, Maria Clara foi autuada por injúria racial e teve arbitrada uma fiança de R$ 954, um salário mínimo. Às 2h07, não se sabia se ela havia pago o valor.


Mais Lidas