Gasolina

Variação no preço da gasolina de acordo com pagamento é amparada por lei


Variação no preço do litro da gasolina vai de acordo com a forma de pagamento; preço pode subir até 80 centavos

Antônio Gabriel Machado
Antônio Gabriel Machado
Publicado em 15/08/2018 às 15:47
Marcela Maranhão/ Rádio Jornal
FOTO: Marcela Maranhão/ Rádio Jornal
Leitura:

A diferença de preço de acordo com o tipo de pagamento em produtos é acobertada por lei. Uma Medida Provisória, assinada pelo presidente Michel Temer no ano passado, faz parte de um pacote de medidas microeconômicas que estimulam a competição entre os meios de pagamento. Nos postos de combustível, por exemplo, é comum encontrar preços mais baixos para pagamentos à dinheiro.

"Era muito comum as pessoas, quando pagarem no débito, que é uma forma à vista, elas exigirem que fosse o mesmo valor do pagamento em dinheiro. Com um advento da lei, houve a autorização. Essa lei veio com o intuito de fomentar a economia. O principal objetivo é dar desconto àqueles que compram em dinheiro", disse Danielle Sena, gerente jurídica do Procon.

No Recife, é possível encontrar uma variação de preço na gasolina comum, por exemplo, de até 80 centavos no valor do litro. A medida também tem o intuito de diminuir as taxas de cartões de crédito cobradas pelas operadoras.

Saiba mais na reportagem de Bruna de Oliveira


Mais Lidas