A pedido do governo, trabalhadores do Japão tiram folga nas segundas

Governo do Japão está preocupado com as horas extra dos trabalhadores do país; cerca de 20% acumula 80 horas mensalmente

INTERNACIONAL
A pedido do governo, trabalhadores do Japão tiram folga nas segundas

Ilustração - Foto: Ilustração/Pixabay

O governo do Japão tomou a iniciativa de dar folga aos trabalhadores todas as segundas-feiras pela manhã, de acordo com uma reportagem da BBC. O Ministério da Economia do país pretende diminuir o número de horas extras, com o objetivo de dar maior equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional.

Na década de 1960, o Japão registrou o maior índice de mortes por doenças cardíacas e mentais associadas ao excesso de trabalho. O termo "karoshi" é utilizado para essa situação entre os japoneses. Um caso célebre é da jornalista Miwa Sado, da emissora NHK, que faleceu aos 31 anos após um ataque cardíaco. Em apenas um mês ela tinha feitop 150 horas extra.

As folgas na manhã das segundas-feiras surgiram de uma lei do Japão, criada no ano passado e que também prevê a liberação do funcionário mais cedo na última sexta-feira de cada mês, sempre às 15h, visando também o inventivo ao consumo.

Excesso de trabalho preocupa o governo japonês

As consequências do "karoshi" preocupam o governo. Em 2016, uma pesquisa com 10 mil habitantes mostrou que mais de 20% da população estava fazendo mais de 80 horas extra mensais.

Apesar da preocupação com o governo, a empresa pode escolher dar folga nas manhãs de segunda-feira ou liberar mais cedo na última sexta-feira do mês.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.