RESSOCIALIZAÇÃO

Reeducandos vão trabalhar nas obras de manutenção da PE-15


Reeducandos irão auxiliar na limpeza urbana, na manutenção e remoção de entulhos, desobstrução de canaletas e galeria da PE-15

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 28/08/2018 às 14:17
Acervo/ JC Imagem
FOTO: Acervo/ JC Imagem
Leitura:

Cerca de 40 reeducandos que cumprem pena no regime aberto e livramento condicional vão ter a oportunidade de trabalhar na manutenção da PE-15. Eles irão auxiliar na limpeza urbana, na manutenção e remoção de entulhos, desobstrução de canaletas e galeria da rodovia. A parceria é entre a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) e a Prefeitura de Olinda.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, explica como será a parceria entre os órgãos. “O DER vai arcar com os custos de manutenção com o salário de 40 egressos do sistema prisional e a prefeitura vai oferecer o transporte, o lanche e o material de proteção para o trabalho”, detalhou, acrescentando que os reeducandos vão trabalhar numa jornada de 44 horas semanais.

O secretário Pedro Eurico destaca que a escolha dos reeducandos foi feita considerando as imediações do local que será o trabalho na cidade de Olinda e que a melhor forma de reeducar é através do trabalho.

Os detalhes na reportagem de Bruna de Oliveira:

A solenidade para assinatura do convênio aconteceu na sede do Patronato Penitenciário, no bairro de São José, na área central do Recife, com a presença dos responsáveis do convênio.


Mais Lidas