ELEIÇÕES 2018

Campanhas de Paulo e Armando fazem jogo de empurra com nome de Temer


Geraldo Julio acusa Armando de “enganar população” e de Temer entrar na campanha do senador. Já Daniel Coelho diz que Paulo precisa parar de “se acovardar”

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 30/08/2018 às 10:18
Arte/Rádio Jornal
FOTO: Arte/Rádio Jornal
Leitura:

Mais uma sessão de troca de acusações esquenta a campanha na corrida pelo Governo do Estado de Pernambuco. As campanhas de Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) se torpedearam na Rádio Jornal na manhã desta quinta-feira (30). O prefeito Geraldo Julio (PSB) disse que Armando quer “enganar a população”. Já o deputado Daniel Coelho (PPS) diz que Paulo precisa parar de se “acovardar”. Acompanhe as duas entrevistas na íntegra no áudio abaixo.

Em PE, candidatos ao Governo fogem de Temer e se aproximam de Lula
Depois da eleição ele pacifica, diz Michel Temer sobre relação com Paulo Câmara
Não somos aliados de Temer e ele não governou para o NE, diz Paulo Câmara

Troca de acusações

Prefeito do Recife, Geraldo Julio
Geraldo Julio defendeu o governador Paulo Câmara
Acervo/ JC Imagem

Prefeito do Recife e secretário nacional do PSB, Geraldo Julio, defendeu o governador Paulo Câmara (PSB) e disse que o presidente Michel Temer (MDB) “entrou de vez” na campanha de Armando Monteiro (PTB). Na última quarta, o presidente disse que foi ajudado por Paulo para conseguir o impeachment de Dilma Rousseff (PT). Geraldo Julio afirma que não há relação do governador com o atual governo e que “quem pilota a turma do Temer é Armando”.

“Temer entrou definitivamente na campanha de Armando e fica mostrado que é uma campanha do vale tudo na tentativa de enganar a população”, disparou Geraldo Julio que alfinetou até a logomarca da campanha do rival: “Eles usam até mesmo a estrela. Todo mundo sabe que Lula (PT) apoia Paulo”, frisou. O socialista afirmou que Pernambuco é retaliado por Temer, no entanto, se esquivou quando perguntado de uma suposta retaliação da gestão Dilma na época do governo Eduardo Campos (PSB).

Daniel Coelho é deputado Federal pelo PSDB
Daniel Coelho defendeu a campanha de Armando Monteiro
Gustavo Lima/Divulgação

Representando a campanha de Armando, o deputado federal Daniel Coelho disse que o PSB está em uma “tentativa desesperada de querer fugir da discussão de Pernambuco” e disparou que a atual gestão estadual é um fracasso. “Eles tentam a todo momento distorcer os fatos. Geraldo e Paulo apoiaram Temer”, destaca.

De acordo com Daniel, “Paulo tem que parar de se acovardar e discutir os problemas do estado. Ele quer desviar que o governo dele fracassou”, disse. Sobre Temer, o ex-tucano disse que o presidente é “tão corrupto quantos os outros” e que há apoiadores do Planalto nos palanques de Paulo e também de Armando. “É muita cara de pau de Paulo falar que ‘Lula é Paulo e Paulo é Lula’, disparou.


Mais Lidas