Suspeita de dopar e aplicar golpes contra idosos é presa no Recife

No golpe, a estelionatária se passava por gerente de banco para pegar o cartão de crédito das vítimas informando que ele estava clonado

ESTELIONATO
Suspeita de dopar e aplicar golpes contra idosos é presa no Recife

Angeline Nascimento contava com a ajuda de um comparsa que ainda não foi identificado - Foto: Reprodução/ TV Jornal

Uma mulher de 55 anos foi presa preventivamente e encaminhada à Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, no bairro do Engenho do Meio, na Zona Oeste do Recife, pelo crime de estelionato. Angeline Nascimento Souza é apontada por dezenas de vítimas como sendo responsável pelo golpe do cartão de crédito. Ela foi presa em sua própria residência, no bairro da Estância.

De acordo com a polícia, a mulher ia até a casa das vítimas, na maioria pessoas idosas, se passando por gerente de banco para pegar o cartão de crédito informando que ele estava clonado. Uma das vítimas, uma aposentada de 80 anos, moradora do bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife.

Ela disse à polícia que recebeu a ligação de um homem que se identificou sendo bancário e que afirmou que o cartão dela estava fraudado. O golpista informou que um funcionário do banco iria até o apartamento recolher o cartão. A idosa recebeu a criminosa em casa, entregou o cartão e a senha e só percebeu a fraude dias depois quando viu o extrato com compras que ultrapassavam o valor de R$ 8 mil, como explicou o delegado Rômulo Aires.

Confira os detalhes na reportagem de Juliana Oliveira:

 

"Boa noite, Cinderela"

Outro golpe aplicado por Angeline era o “Boa noite, Cinderela”. Segundo o delegado, a suspeita usava calmantes e antidepressivos para abordar vítimas que saíam de bancos após saques em terminais eletrônicos. A mulher esperava as vítimas saírem do banco e iniciava uma conversa com elas. Durante o assunto, oferecia um suco ou refrigerante com remédios controlados. Após as idosas ingerirem o líquido, ela entrava dentro de qualquer transporte público e roubava os pertences dessas idosas.  

Com a repercussão das investigações, novas vítimas, também idosas, apareceram e denunciaram outros crimes da estelionatária.

As idosas, medicadas, chegaram a passar o dia todo dormindo e se locomovendo na cidade no transporte público. Os funcionários dos terminais de ônibus ou motoristas que notaram algo estranho e acionaram a gerência da empresa. 

Alerta

O Delegado Rômulo Aires fez uma alerta sobre golpes por telefone. “As pessoas não devem de maneira nenhuma dispor os seus por telefone a um estranho. Não deve acreditar, nem passar a senha e a numeração do cartão. Não é de praxe do banco entrar em contato com o cliente para avisar que vai trocar cartão por telefone”, afirmou. “Toda vez que isso acontecer pode ter certeza de que é fraude”, completou. 

Ainda foi reforçada a importância de se acompanhar os idosos em idas ao banco ou não conversar com pessoas estranhas na saída da agência bancária. “É exatamente para evitar que essas pessoas sofram esse golpe”, finalizou.

O comparsa de Angeline Nascimento ainda não foi identificado. Se você tiver informações que possam levar a ele, é só ligar para o disque denúncia no 3421-9595. Não é preciso se identificar, e a ligação é gratuita. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.