JULGAMENTO ADIADO

Júri popular dos acusados de matar Vanildo de Pombos é adiado


Após 10 anos de espera, julgamento de três acusados de matar o cantor paraense Vanildo Cavalcanti foi morto na cidade de Pombos. Júri deve acontecer em outubro

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 11/09/2018 às 13:16
Acervo/ JC Imagem
FOTO: Acervo/ JC Imagem
Leitura:

O júri popular dos três acusados de matar o forrozeiro Vanildo de Pombos foi adiado para o mês de outubro. De acordo com o juiz Abner Apolinário, o julgamento estava previsto para acontecer nesta terça-feira (11), no Fórum Thomaz de Aquino, no bairro de São José, mas foi remarcado porque a advogada de um dos réus comunicou o afastamento do caso.

O cantor paranaense foi assassinado há 10 anos na frente da casa onde morava, em Pombos, no Agreste do Estado, com pelo menos 10 tiros. Os réus são Maurício Rodrigues Félix da Silva, Gilberto Manoel Leite e Pedro Severino dos Santos Filho. Eles foram presos em setembro de 2013, mas respondem por homicídio em liberdade. Um outro acusado de participar do crime, Marcelo Norberto Dias, será julgado na cidade de Pombos.

Relembre o caso

Vanildo Vitor Cavalcanti tinha 47 anos quando foi morto a tiros na frente de casa na Rua “C” do Loteamento São Francisco, em Pombos, no Agreste. O homicídio em julho de 2008 teve grande repercussão pois, entre as hipóteses, estava a de crime por motivação política.

Ao ser abordado, o forrozeiro ainda correu cerca de 100 metros, mas terminou sendo alcançado pelos criminosos perto da passarela que passa por cima da BR-232. Vizinhos dizem que mais de dez tiros foram disparados. Grande parte atingiu Vanildo.

Os dois suspeitos, que estavam sem capacete, fugiram a pé. A moto utilizada no crime foi deixada no local. Logo depois, a polícia descobriu que o veículo havia sido roubado minutos antes, perto dali.

Vanildo de Pombos era paranaense de nascimento, mas por ter os pais pernambucanos fez questão de homenagear o Estado. O forrozeiro, que deixou esposa e duas filhas, compôs mais de 300 músicas entre as quais “Minha Resposta é o Silêncio”, “Galope” e “Gonzagão”.


Mais Lidas