ASSASSINADO

Briga no Complexo Prisional do Curado acaba com detento morto a tiros


Assassinato foi praticado por outro detento e suspeito foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 17/10/2018 às 15:29
Reprodução/ Google Street View
FOTO: Reprodução/ Google Street View
Leitura:

Um detento de 42 anos foi morto após uma briga na manhã desta quarta-feira (17) no Presídio Marcelo Francisco de Araújo (PAMFA), no Complexo Prisional do Curado, no bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife.

De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização do Estado (Seres), o suspeito de matar Carlos André da Rocha, conhecido por André Perneta, é um outro detento, Danilo Luiz Gomes de Oliveira, de 25 anos.

O assassinato aconteceu em uma área ocupada pelos dois detentos envolvidos. O Instituto de Criminalista foi acionado para fazer a perícia na cena do crime. Segundo o perito criminal Fernando Benevides, a vítima foi assassinada com cinco disparos de arma de fogo.

Ainda segundo o perito, a morte teria sido motivada por uma vingança. "A vítima [Carlos André] seria mandante de um homicídio externamente que [a vítima] seria primo do autor. Isso vai ser confirmado", contou.

Ainda de acordo com a Seres, o suspeito do crime foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML).

Confira os detalhes na reportagem de Cristiano Bassan:

Registros recorrentes

Esse não é o primeiro crime que acontece no Complexo Prisional do Curado este ano. Em julho, um presidiário de 30 anos foi assassinado a facadas no Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (PJALLB) e em março de 2018 uma confusão após a transferência de presos do Presídio Frei Damião de Bozzano (PFDB), deixou um detento morto e outro ferido.


Mais Lidas