A saída pra combater fake news é a educação, diz especialista

Para jornalista especialista em mídias digitais, as pessoas procuram o que querem ler. Fake News foram decisivas para rejeição do candidato do PT, acredita

PROCURE A VERDADE
A saída pra combater fake news é a educação, diz especialista

Compartilhamento de fake news pelo Whatsapp tem gerado debates e denúncias - Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Compartilhamento de fake news pelo Whatsapp tem gerado debates e denúncias
Compartilhamento de fake news pelo Whatsapp tem gerado debates e denúncias
Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O que mais tem se discutido nessa reta final de campanha presidencial é a propagação de notícias falsas. Com mais de 17 milhões de seguidores em suas redes sociais, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) está na frente em todas as pesquisas de intenção de voto. Os indícios do uso de notícias falsas para atacar o principal opositor dele, o PT, vem sendo apontado como decisivo para esse favoritismo.

No programa “Passando a Limpo” desta terça-feira (23), os boatos e mentiras foram tema de bate papo com o jornalista e especialista em redes sociais, Manoel Fernandes. Escute a entrevista na íntegra no áudio abaixo.

O triunfo das notícias falsas

Para o jornalista e especialista em redes sociais, Manoel Fernandes, com tanta gente conectada o tempo todo, a disseminação de notícias falsa se torna inevitável. Ele, no entanto, não diminui a força do papel tradicional: “Mesmo usando com frequência a internet para falar com os eleitores, a mídia tradicional ainda tem muita força”, ressalta.

 O especiasta acredita que só a educação, principalmente nas escolas, é capaz de acabar com as fake news. Ele ressalta que a propagação dos boatos foram determinantes para turbinar a rejeição ao candidato Fernando Haddad (PT).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.