Mãe de criança abandonada presta depoimento à Polícia Civil

A criança, uma menina que aparenta ter dois meses, não apresentava sinais de maus-tratos e foi abandonada na última terça-feira (23)

INVESTIGAÇÃO
Mãe de criança abandonada presta depoimento à Polícia Civil

A criança foi abandonada na última terça-feira (23) - Foto: Guga Matos/ JC Imagem

A mãe da criança que foi abandonada em uma rua na Zona Norte do Recife presta depoimento à Polícia Civil na Delegacia de Casa Amarela, na tarde desta quinta-feira (25). A menina tem aproximadamente dois meses e foi encontrada na terça-feira (23) por dois homens que passavam pela Rua Surubim, em Casa Amarela. Apesar da situação, ela não aparentava sinais de maus-tratos e está no abrigo Lar do Neném desde então.

Segundo a polícia, a mulher também foi responsável por abandonar a criança no local. Ela tem uma filha de 6 anos e disse que não tinha condições de criar a bebê. Ela chegou na delegacia acompanhada de conselheiros tutelares e policiais.

O conselheiro tutelar do bairro, Wellington Araújo, disse que a mulher deu duas versões sobre o abandono da criança. Mas confessou que tinha deixado a menina. "Ela disse que estava desesperada, sem condições de criar a criança (...) A guarda dela [da criança] vai ser revogada e ela vai responder agora perante a justiça", contou.  

Confira os detalhes na reportagem de Leopoldo Monteiro: 

Relembre o caso

Abandonada e encontrada dentro de uma bolsa no bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife, a bebê de aproximadamente dois meses está no abrigo Lar do Neném, na Madalena, onde aguardará o resultado das investigações e a definição da justiça sobre o destino dela. A criança não apresenta sinais de violência ou maus tratos. Caso não sejam encontrados familiares aptos a cuidar da menina, ela poderá ser colocada para adoção.

A bebê foi encontrada nessa terça-feira (23) por dois homens que passavam pela Rua Surubim, em Casa Amarela. Eles levaram a criança para a delegacia do bairro em busca de ajuda. De lá, a menina foi entregue ao Conselho Tutelar, que a levou para a Maternidade Barros Lima para passar por exames para verificar possíveis problemas de saúde. Segundo conselheiro tutelar de Casa Amarela, Wellington Araújo, a bebê aparentava ser bem tratada.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.