Produtores comemoram desburocratização da venda do etanol

Decisão judicial permitiu que usinas de Pernambuco, Alagoas e Sergipe comercializem etanol hidratado diretamente com os postos de combustíveis

DECISÃO
Produtores comemoram desburocratização da venda do etanol

Após  greve dos caminhoneiros, os produtores conseguiram uma liminar que autorizava a comercialização direta do etanol - Foto: Foto: Pixabay/Reprodução

Os produtores de etanol de Pernambuco, Alagoas e Sergipe estão comemorando uma nova decisão judicial que promete desburocratizar a venda do combustível. O juiz Edvaldo Batista da Silva Junior da 10ª Vara Federal de Pernambuco concedeu nessa quarta-feira (24) a sentença permitindo que usinas dos três Estados comercializem etanol hidratado diretamente com os postos de combustíveis, sem a necessidade de intermediação de distribuidoras.  

Após a greve dos caminhoneiros em junho deste ano, os produtores conseguiram uma liminar que autorizava a comercialização direta do etanol, mas ela foi suspensa em agosto.

Confira os detalhes na reportagem de Natalia Hermosa:

ANP tem 30 dias

Agora, já que se trata de uma sentença, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) tem 30 dias para recorrer da decisão. Mesmo assim, o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco, Renato Cunha, já descreve os próximos passos que a categoria precisa tomar para fazer valer o que determinou a justiça.

Mesmo com a necessidade de adequação de impostos, Renato Cunha acredita que o etanol vai chegar mais barato as bombas dos postos de combustíveis para os pernambucanos. Isso porque o custo com transporte deve diminuir.

No entanto, ele ainda não tem uma estimativa de redução nem quando a venda direta vai virar realidade aqui no estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.