Carro de comissário é encontrado carbonizado nos Torrões

O carro, modelo Corola, foi encontrado no final da Av. Abdias de Carvalho com a Av. Recife

CRIME
Carro de comissário é encontrado carbonizado nos Torrões

Veículo, modelo Toyota Corolla, foi encontrado carbonizado, neste sábado, em um terreno nas imediações da Avenida Recife - Foto: Vanessa Falcão/Especial para Rádio Jornal

Foi localizado o carro do comissário José Tadeu Vicente de Santana assassinado na última quinta-feira. O veículo, modelo Toyota Corolla, foi encontrado carbonizado, neste sábado, em um terreno nas imediações da Avenida Recife, cruzamento com a Abdias de Carvalho, próximo ao viaduto.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a equipe foi acionada na madrugada deste sábado para combater as chamas. Por volta das nove horas da manhã, o veículo foi encaminhado pela polícia civil até o pátio do departamento de homicídios e proteção à pessoa – DHPP, responsável por investigar o caso.

Apesar do carro ter sido completamente consumido pelo fogo a placa de número pcc-5444 permanece intacta. De acordo com informações do dhpp, ainda não há previsão de quando o veículo vai ser periciado.

O comissário aposentado da polícia civil, José Tadeu Vicente de Santana, de 59 anos, era casado com a delegada Beatriz Gibson, titular da delegacia de crimes contra o consumidor, e foi vítima de um latrocínio, roubo seguido de morte, em San Martin, Zona Oeste do Recife.

Confira os detalhes na voz Vanessa Falcão:

 

O caso

O comissário aposentado da Polícia Civil, José Tadeu Vicente de Santana, 59 anos, esposo da delegada Beatriz Gibson, titular da Delegacia de Crimes Contra o Consumidor, foi vítima de latrocínio - assalto seguido de morte -, na tarde desta quinta-feira (1º), em San Martin, Zona Oeste do Recife. Segundo a Polícia Civil, o carro em que ele estava foi abordado por dois homens que atiram nas costas do policial aposentado, por volta das 15h30. O veículo e o revólver da vítima foram levados.

Ele foi socorrido por um cabo da polícia do Rio Grande do Norte, que passava pelo local no momento do crime. José Tadeu chegou a ser levado para o para o Hospital Getúlio Vargas (HGV), no Cordeiro, Zona Oeste da cidade. A equipe médica da unidade de saúde tentou reanimar o comissário aposentado, mas ele não resistiu aos ferimentos.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.