play_circle_outline
Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

access_time

18:05

Bola Rolando

Ednaldo Santos

play_circle_outline
Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

access_time

18:00

A Hora do Ângelus

Ave Maria

access_time

18:05

Bola Rolando

Ednaldo Santos

search close
CANDOMBLÉ

Vândalos ateiam fogo em árvore sagrada do Terreiro de Pai Adão

O Terreiro Ilê Obá Ogunté Sítio de Pai Adão fica localizado na Zona Norte do Recife e foi reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Iphan

Vândalos ateiam fogo em árvore sagrada do Terreiro de Pai Adão
Árvore sagrada se manteve em pé, apesar do ataque - Foto: Felipe Jordão/ JC Imagem

Frequentadores do Terreiro de Pai Adão, que fica na Estrada Velha de Água Fria, na Zona Norte do Recife, divulgaram que uma das árvores que fica no terreno foi queimada por vândalos na madrugada da última sexta-feira (9).  

No local moram 14 famílias. Todos amanheceram com a árvore já em chamas. O Corpo de Bombeiros foi acionado e o fogo foi apagado. Parte do terreno está interditado. Porque pedaços de galhos caíram e outros estão causando perigo.

De acordo com Maria da Conceição, bisneta de Pai Adão, a árvore que tem mais de 130 anos é sagrada para a religião. Ela acredita que vândalos pularam o muro para queimar a árvore.

Os moradores ainda sabem o que teria motivado a ação. Lucas Gabriel descarta a possibilidade de intolerância religiosa. “A gente estima essa mesma opinião do Corpo de Bombeiros porque um tempo atrás estava vindo um grupo de jovens de comunidades próximas fazendo uso de drogas no local. Os Bombeiros também acreditam que pontas de cigarros podem ter sido jogadas perto do local”, comentou.

Confira os detalhes na reportagem de Juliana Oliveira: 

Também de acordo com os religiosos equipes da Guarda Florestal foi acionada e deve comparecer nesta segunda-feira para ajudar nas investigações.

Patrimônio  Cultural

Terreiro de Pai Adão está localizado no bairro de Água Fria
Terreiro de Pai Adão está localizado no bairro de Água Fria
Divulgação/ Iphan

O Terreiro Ilê Obá Ogunté Sítio de Pai Adão foi reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil no dia 20 de setembro deste ano. O título foi concedido pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Um dos primeiros terreiros de Xangô, situado numa área de 4.190m², o Ilê Obá Ogunté Sítio de Pai Adão é um dos mais antigos e mais importantes templos de culto afro-brasileiro de Pernambuco. De nação Nagô-Egbá, segue a tradição dos povos iorubanos. É consagrado a Iemanjá, orixá das águas salgadas, vinculando-se, assim, à cidade do Recife, entrecortada por rios e banhada pelo mar.

Duas árvores sagradas de grande porte estão localizadas na entrada: um pé de abricó/gameleira e nos fundos do terreno, o Irôko, Esta última foi a árvore atingida pelo fogo.

De grande importância simbólica, o cultivo da primeira está relacionado à sua origem — em uma versão, a compra do terreno se deu pela existência dessa árvore no local. Em outra, sua semente teria sido trazida da África por Tia Inês — e ao fato de, na época de grande repressão policial aos cultos afrodescendentes, nos anos 1930 e 1940, indumentárias e imagens dos orixás seriam escondidas em seu interior, que é oco.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.