ZONA NORTE

Moradores de Dois Unidos dizem que deslizamento de barreira foi negligência


De acordo com moradores da Rua Sempre Viva, o vazamento de um cano da Compesa pode ter encharcado o solo e causado o deslizamento

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 15/11/2018 às 9:31
Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal
FOTO: Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal
Leitura:

Os moradores da Rua Sempre Viva, em Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, que tiveram as casas atingidas por um deslizamento de uma barreira aguardam o retorno da Defesa Civil do Recife. Uma menina de 4 anos e uma dona de casa ficaram feridas durante o deslizamento e foram socorridas pelos próprios moradores.

Na noite dessa quarta-feira (14), técnicos da Prefeitura estiveram no local da ocorrência, que destruiu totalmente duas casas de uma mesma família. Outras duas casas ficaram com rachaduras nas paredes e a Defesa Civil decidiu pela interditarão. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Negligência da Compesa

De acordo com moradora Aline Souza da Silva de 20 anos, que teve a filha de 4 anos ferida após o deslizamento da barreira, a queda da barreira poderia ter sido evitada. Maria de Fátima Lourenço de Araújo, de 62 anos contou que na terça-feira à noite uma vegetação localizada na encosta foi incendiada atingindo um cano da Compesa. Os moradores do local procuraram a companhia e pediram para desligar o fornecimento de água, nas ela voltou a ser fornecida horas depois. O vazamento pode ter encharcado o solo e causado o desabamento.


Mais Lidas