O Bandeira 2

Eliel Alves

access_time

07:00

Super Manhã / Primeira Página

Geraldo Freire / Paulo Roberto

access_time

09:00

Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

O Bandeira 2

Eliel Alves

access_time

07:00

Super Manhã / Primeira Página

Geraldo Freire / Paulo Roberto

access_time

09:00

Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

search close
Família sequestrada é morta durante confronto entre criminosos e policiais no Ceará
O empresário João Batista Magalhães era proprietário da Magalhães Informática em Serra Talhada - Foto: Foto: Edson Freitas/ reprodução Blog do Nil Jr
TRAGÉDIA

Família sequestrada é morta durante confronto entre criminosos e policiais no Ceará

A família de Serra Talhada, no Sertão, estava de passagem pelo Ceará. Dentre os mortos, estão duas crianças

Com informações do Blog do Nil Jr

Uma família de Serra Talhada morreu na madrugada desta sexta-feira (07) no Ceará. Por volta das 23h, o empresário João Batista Magalhães - proprietário da Magalhães Informática - acompanhado do filho Vinícios Magalhães de 14 anos seguiu de carro para o município de Juazeiro do Norte no Ceará, onde buscou uma cunhada e o sobrinho no aeroporto local.

Mais detalhes no flash do repórter Anderson Tennes:

Cinco pessoas da mesma família morreram no confronto

Na volta do aeroporto, perto das 2h  quando a família seguia no município de Milagres foram abordados na BR-116 por criminosos que  realizaram o sequestro. A quadrilha bloqueou a estrada com um caminhão e abordou as vítimas.

O grupo que já havia tentado assaltar duas agências bancárias na região do Cariri, no Ceará, entrou em confronto com policiais durante 20 minutos segundo moradores da localidade. “Nunca tinha visto algo parecido. Eu fiquei dentro de casa abaixado e com medo. Ouvi gritaria e pessoas chorando. Foi horrível”, relatou o comerciante Mendonça de Santa Helena.

Durante a intensa troca de tiros 12 pessoas morreram incluindo reféns e criminosos. De acordo com policiais da cidade e a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense (antigo IML) além do empresário e do filho, morreram a cunhada, o concunhado e um sobrinho de João Magalhães, que vivem em São Paulo, vieram visitar os parentes no interior do estado. O prefeito de Milagres, Lielson Landim confirmou as informações.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.