AUDIÊNCIA

Denirson Paes: segundo dia audiência do caso é marcado pela ouvida dos réus


Serão apresentados elementos para o processo que apura a morte do cardiologista esquartejado e incendiado em maio deste ano

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 14/12/2018 às 13:53
Reprodução/ Facebook
FOTO: Reprodução/ Facebook
Leitura:

Começou na manhã desta sexta-feira (14), a segunda etapa da audiência de ouvida para o julgamento do caso do cardiologista Denirson Paes, morto no início de deste ano em Aldeia, em Camaragibe, no Grande Recife. A juíza Marília Falcone ouve um investigador da equipe da delegada Carmem Lúcia, um funcionário do condomínio onde morava a família e mais cinco testemunhas de defesa.

Ouça os detalhes com o repórter Rafael Carneiro:

Expectativas

Para o defensor público Rafael Nunes a ouvida trará mais esclarecimentos para os pontos levantados na investigação. “Eles têm o direito constitucional de permanecer em silêncio, mas não vão, têm total interesse em esclarecer tudo. Danilo está pronto para responder todo e qualquer tipo de esclarecimento, qualquer tipo de pergunta e a Jussara também", explica.

Entenda o caso

O cardiologista foi visto pela última vez no dia 31 de maio chegando em sua residência. No dia 20 de junho, a esposa do médico havia registrado um boletim de ocorrência informando o desaparecimento de Denirson. Após investigações, polícia desconfiou de Jussara e do filho mais velho do casal e solicitou um mandado de busca e apreensão no condomínio onde a família morava. Lá, foram encontrados os restos mortais do cardiologista, no dia 4 de julho. Mãe e filho foram autuados em flagrante por ocultação de cadáver.As investigações pela Polícia Civil apontam que o pedido de separação por parte do médico pode ter sido a principal motivação para o crime.


Mais Lidas